Notícias

ANIVERSÁRIO DA COMPANHIA DE JESUS

Hoje, 27 de setembro, foi comemorado, às 9h, o 481° aniversário da Companhia de Jesus.

Foi anunciado que as 12 províncias da conferência dos jesuítas na América Latina construíram o Projeto Apostólico Comum para os próximos anos e já foi encaminhado ao Superior Geral para aprovação. Neste Projeto, houve a colaboração de diversos convidados, não apenas da Companhia, mas também fiéis leigos ligados às diversas ordens apostólicas.

O Pe. Mieczyslaw Smyda, SJ, sob o sinal do corpo apostólico, convidou-nos a uma maior unidade e harmonia para ajudar na ação concreta em nossas vidas.

Como gesto caritativo próprio da amizade social, somos convidados a uma ação lançada neste evento. Assim, como se tem realizado a ajuda aos refugiados da sofrida Venezuela nos recentes anos, agora soma-se uma nova campanha maciça (Haiti precisa de você) de ajuda aos haitianos recentemente abalados pelos terremotos de 2010 e 2021. O Pe. Rogério Mosimann, SJ, recém-chegado da missão de seis anos no Haiti, discorreu sobre sua experiência junto àquele povo diante de suas dificuldades.

Instâncias ligadas à Companhia de Jesus já trabalham com refugiados no Brasil há anos, contando, sempre, com a colaboração generosa das pessoas que apoiam.

Doações financeiras podem ser feitas por meio de Pix.

Fonte: participação no referido momento celebrativo.

O que diz o Plano Apostólico Comum 2O21 - 2O27 da Companhia de Jesus na América Latina?
➖➖➖➖➖➖
O referido documento foi trabalhado em momentos de discernimento comunitário (envolvendo padres e irmãos jesuítas, bem como leigos atuantes nas obras) para delinear estratégias, que são dadas em três eixos:

1. Fomentar em todos os nossos serviços apostólicos uma experiência e uma formação espiritual que ponha cada pessoa em relação com Deus e a motive a
conhecê-lo, amá-lo e segui-lo mais de perto (EE nº 1O4).

2. Contribuir para que na educação e formação das pessoas e comunidades -
especialmente crianças, adolescentes e juventudes - promova-se sempre o seu desenvolvimento pessoal e social integral, sua criatividade, sua formação ética cidadã e sua responsabilidade ecológica integral (cuidado da Casa Comum)

3. Colaborar na gestação de uma cultura da reconciliação na justiça:
- Estando junto da vida das pessoas empobrecidas, excluídas e vítimas de todo
tipo de violência, reconhecendo e apoiando seus valores, cultura, capacidades,
organizações e tornando visíveis suas lutas e necessidades.
- Incentivando um compromisso concreto e efetivo com as pessoas forçadas a
migrar, com as populações indígenas e afro-americanas e com os povos da Panamazônia, de Cuba e de Haiti.
- Estimulando espaços de investigação científica, de estudo e reflexão, de diálogo e ação, através da colaboração e participação intersetorial, interprovincial e interinstitucional.


PasCom Cristo Rei
Fonte: Documento HORIZONTE APOSTÓLICO COMUM- PAC.2 em: PALAVRA DE LA CPAL/ Março 2O21